ONDNESS

Do percurso de Bruno Silva, das figuras actualmente mais estabelecidas, criativas e activas na comunidade de música independente lisboeta, consta a fundação do duo Osso e uma participação reiterada no colectivo Frango, ambos bandas com papel importante no estabelecimento da riqueza dessa mesma comunidade na primeira década deste século. Ondness, o projecto que nos últimos anos mais o tem ocupado, granjeando-lhe um reconhecimento e notoriedade que o tem levado a vários cantos do mundo – quer em actuações ao vivo quer em edições discográficas – resulta de uma aprendizagem acumulada por vários anos e várias músicas e de um invulgar reconhecimento e apropriação das várias franjas da cultura popular contemporânea.

Os materiais-base que manipula em esculturas e paisagismos quase sempre de base electrónica evidenciam uma peculiar recusa de soluções e resoluções sonoras evidentes ou de metronomias certas que intriga profundamente, sendo particular testamento desta estranheza a recente revisitação que do seu espólio foi feita pelo trio de Gabriel Ferrandini, Hernani Faustino e Pedro Sousa, músicos que habitam esferas – as do jazz – aparentemente tão distantes da sua.

Bruno Silva  – electrónicas

.

+ info: facebook



Foto 1 © Nuno Martins