DIANA COMBO + RAFAEL TORAL + PEDRO CENTENO – MÍNIMO DE OBSTRUÇÃO II

“Mínimo de Obstrução II” é, mais que um concerto, a instauração de um lugar sonoro pluridisciplinar, no qual a palavra – literal, poética, metafórica – ocupa um espaço fundador. Peça originalmente criada por ocasião das comemorações do centenário da Conferência Futurista de Almada Negreiros, reiventa de forma aparentemente aleatória várias das preocupações – políticas, estéticas – levantadas no Ultimatum de Almada, com uma situação-ambiente como pano de fundo e fio intersector para as afirmações e interrogações sónicas de Diana Combo, Pedro Centeno e Rafael Toral, músicos de gerações, abordagens e backgrounds distintos, unidos pela dedicação à composição em tempo real, pela atenção ao detalhe e pela mínucia do seu labor sonoro.

Diana Combo – bateria, declamação
Rafael Toral – electrónicas
Pedro Centeno – Roda de bicicleta modificada

.

+ info: Diana Combo / Rafael Toral / Pedro Centeno




Foto 1 (Diana Combo © Luís Martins), (Rafael Toral © Vera marmelo) – Foto 2 © Nuno Martins